15/10/2014

SÓ UM ABRAÇO




Eu preciso demais de um abraço
Com muita alegria e desembaraço
Do tamanho exato do seu braço
E sentir-me livre, mas presa no laço

Meus pensamentos sempre voam
Porque as distâncias magoam
E suas doces palavras ecoam
Pela forma como abençoam

Vida repleta de saudades imensas
Noites insones e esperas intensas
Pelo amor vivido às expensas
De lembranças como recompensas

Quero ter o brilho do seu olhar
No meu coração a espelhar
E de saudades o rosto molhar
Nas doces lágrimas mergulhar

Esperando encontrá-lo algum dia
Sigo envolta na suave melodia
Compondo a vida, embora tardia
Sem medo, receio ou covardia

Enfim, quero ver o meu amado
No desejo oculto, assim calado
Abraçar o seu corpo transformado
Na liberdade sentida do sonho alado

                Sonia Salim


01/08/12

imagem


8 comentários :

  1. Muito lindo o poema Sonia. Comemorar 7 anos do blog com poesia é mais do que mais que bom gosto, é um luxo. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Helene Camille. A poesia fala forte e de forma diferente aos corações. Receber o retorno dos leitores é muito gratificante.

      Quando iniciamos o blog não imaginávamos as grandes alegrias que teríamos. E também não sabíamos que surgiria a poesia, essa grande parceira que nos pega pela mão e nos faz caminhar pelo vasto mundo da imaginação.

      Abraços, querida! Beijos!

      Sonia Salim

      Excluir
  2. Há 7 anos, eu e minha filha sentamos diante do computador, ela construiu o blog, eu dei andamento e os amigos leitores e colaboradores fizeram dele o que é hoje, um lugar de excelência.

    Nossos agradecimentos aos que estão sempre presente e nos fortalecem.

    ResponderExcluir

  3. Lindas as poesias que você nos traz, Sonia Salim.

    Percebo que as pessoas que compõem poemas são extremamente sentimentais, talvez mais do que os autores de contos e histórias. Também percebo que nem sempre as composições poéticas têm a ver com os sentimentos pelos quais os poetas estão passando, mas na maioria das vezes, têm a ver sim. Estes sentimentos são reflexos daquilo que nutriram ao longo dos dias em que se viram inspirados e envolvidos pelas poesias que buscaram para pertencer às suas obras, composições baseadas nas vidas dos seus personagens atadas às suas sensibilidades de criar emoções, ou espelhadas em suas próprias vidas, sensíveis por natureza...

    Eu nunca consegui decifrar um poeta, eles são diferentes, são estranhos, são sensíveis, são fechados, são mentirosos... Sim, mentirosos porque mentem quando querem esconder composições que relatam sobre suas próprias agonias.
    Diante de seu belo trabalho poético e da sua maestria em nos fazer refletir sobre o sentimento mais nobre que atinge o homem, e na condição de fã incondicional, me curvo em agradecimento pelo excelente presente que nos oferta.

    Em tempo: Parabéns pelo sétimo aniversário do Blog Adornando a Vida e parabéns por ontem, Dia dos Professores, Mestres e Educadores.

    Com reconhecimento e respeito, desejo que você seja feliz sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AUTOPSICOGRAFIA

      O poeta é um fingidor.
      Finge tão completamente
      Que chega a fingir que é dor
      A dor que deveras sente.

      E os que leem o que escreve,
      Na dor lida sentem bem,
      Não as duas que ele teve,
      Mas só a que eles não têm.

      E assim nas calhas de roda
      Gira, a entreter a razão,
      Esse comboio de corda
      Que se chama coração.

      Fernando Pessoa

      Excluir
    2. Muito grata, querido leitor. Bem-vindo!

      Abraços! Sonia Salim

      Excluir
  4. Nossa!! lindoooooo!!
    Abraço!!!
    Como é bom, como cura! como é preciso... beijos minha linda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francinete, a sua vinda aqui é uma forma de abraço!!! Abraço das letras, abraço poético. E como isso é bom! Obrigada, querida, pela sua amizade e carinho constante.


      Felicidades, sempre! Beijos!

      Sonia Salim

      Excluir

Faço a moderação dos comentários, por isso ao enviar sua mensagem, aguarde pela aprovação. Comentários ANÔNIMOS ou com links NÃO serão publicados. Lembre-se de assinar!

Grata

Sonia Salim