01/05/2018

Marmita





A primeira vez que eu vi uma marmita foi na infância, há cinco décadas, quando os trabalhadores rurais levavam as suas para o trabalho e víamos quando eles se alimentavam na hora do almoço. Era comida de verdade: arroz, feijão, angu, verduras, legumes, ovos, carne de galinha e porco. Não tinham acesso a produtos industrializados da cidade com a freqüência e na  quantidade que nós temos nos dias atuais.

Eu já comi de marmita quando morava na zona rural e tinha de estudar na cidade que ficava um pouco distante.

Hoje elas continuam entre nós cumprindo o propósito de acondicionar alimentos que vão nutrir o corpo. Objetivos semelhantes envolvendo aspectos individuais.


Então, levar o alimento na marmita para a escola, trabalho, faculdade, não é modismo. Para evitar os produtos da indústria e comermos de forma equilibrada e saudável, fora de casa ou no trabalho, precisamos, às vezes, recorrer às marmitas que estão cada vez mais modernas e bonitas. O alimento a colocar dentro delas deverá ser, sempre que possível, de acordo com a prescrição do nutricionista obedecendo a individualidade de cada pessoa. 




Eu trouxe algumas marmitas para vocês verem que é simples e prático manter qualquer dieta, basta se organizar previamente para que tudo dê certo.












18/04/2018

Links permanentes para facilitar o CLIc - Blogger


Depois de fazer o título da postagem e antes de salvar.

Clicar em “Links” do lado direito da tela, nas “configurações de postagem”.

Marcar a bolinha do Link permanente personalizado.

Cortar palavras desnecessárias no espaço escrito: link de título.

Exemplo:

O livro físico caiu em desuso // livro-fisico-desuso
Os livros que foram lidos no mês de abril. // livros-lidos-abril
Links permanentes para facilitar o CLIc - Blogger // link-permanente-blogger

Clicar em concluído.

Vantagem do link permanente: o leitor sempre vai encontrar a postagem quando clicar no link, não vai dar página em branco ou erro se você eventualmente atualizar a postagem. 




01/04/2018

A neve




Através da janela vejo a vida lá fora
Árvores despidas sustentam a vida
vestidas de branco
Inverno rigoroso
Flocos de neve
o encanto da estação
Crianças brincando
momentos de alegria e descontração
Aqui dentro, o contraste
não faz frio
O coração está aquecido pelos desejos
A cidade em movimento
diante dos meus olhos
A vida pulsa neste lugar
em cada casa uma identidade
Variedades, línguas e nações
Concretizando sonhos
emoções



25/03/2018

Milhares - poema de Leonard Cohen




Milhares 


Entre os milhares
conhecidos,
ou que querem ser conhecidos
como poetas,
talvez um ou dois
sejam genuínos
e os outros são falsos,
rodeando os recintos sagrados
tentando parecer verdadeiros.
Nem preciso dizer
Que sou um dos falsos,
e esta é a minha história.