10/07/2011

Se um dia eu amanhecesse poeta


Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta...
Acordaria abrindo os olhos de uma forma diferente
Dentre todas as pessoas do mundo seria reconhecida
Porque ser poeta é estar num estado de alma peculiar
É viver no mundo em que tudo é possível
Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta...
A lua não seria mais a mesma para mim
Ela teria um encantamento, algo mágico
Que seria irradiado aos outros através do sorriso
Numa incomensurável alegria de viver
Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta...
Usaria as palavras em tom solene, sagrado
Elas não seriam usadas de forma arbitrária
Cada letra que juntasse com outra
Formaria um pensamento profético
A impulsionar a vida em bênçãos
Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta...
Eu iria chorar muito, chorar, chorar, chorar...
Por ter trabalhado tantos anos
Ensinando a refletir e a usar a razão acima de tudo
E abdicado de sonhar... Criar... Imaginar...
Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta...
Iria cantar e declamar os mais lindos versos
Apenas com o coração
Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta!
                                                   
Autora: Sonia Salim

14 comentários :

  1. Edgard Mendes12/07/2011 14:22

    Ahh se um dia eu amanhecesse poeta...!!! Eu ia procurarescrever igualzinho voce! Adorei seu blog, seus textos, sua forma simples e objetiva. Continue assim.

    ResponderExcluir
  2. Agradecendo ao amigo Edgard Mendes ( @eddysanto ) com o coração, corpo e alma! De poeta temos muito... É só ouvir a voz que vem do coração.

    Abraços!

    @soniasalim

    ResponderExcluir
  3. Me diz só uma coisa. Que dia não nasceste poeta meu coração?
    Linda e maravilhosa poesia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ah, Iara, você é maravilhosa! Risos. É bom demais interagir com você!
    Obrigada pela visita.

    Beijos!

    @soniasalim

    ResponderExcluir
  5. "Ah! Se um dia eu amanhecesse poeta..." certamente me sentiria realizado e feliz por ter uma poetisa do seu nível para poder me espelhar...
    Muito lindo, inteligente e abrangente pelo modo como dissolve a complexidade de escrever e ser compreendida por todos.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Ah, poeta Alexandre Taissum, quanta gentileza! Eu que agradeço a sua presença, proporcionando alegria, aqui entre nós. Se um dia eu amanhecesse poeta eu queria escrever como você.

    Grande abraço!

    @soniasalim

    ResponderExcluir
  7. Tenha certeza que já és poetisa! Teu amanhecer poeta já aconteceu! Continues escrevendo e nos encantando, adornando nossas vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está bem, Prof. Amilcar Bernardi, terei de ouvir as suas observações e acatá-las. rs

      Muito grata. Abraços!

      Sonia Salim

      Excluir
  8. Sonia, belo metapoema, parabéns. Agora completa com um "Se um dia eu dormisse poeta".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rita! Obrigada pela sugestão, mas pense bem, você já deve estar imaginando mil palavras e vai ser difícil contê-las. Você vai escrever o poema, estou aguardando. Bjs

      Excluir
  9. Ah danada, me pegou. Vou tentar. Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Sonia, aí vai seu desafio:

    Se eu dormisse poeta
    não dormiria qual nada
    levava você nos meus sonhos
    e criava lindas loucas fantasias
    de amor-perfeito todo o dia.
    Banquete dos deuses
    flores e cores e perfumes
    com você o tempo todo em mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viva! Que lindo poema, Rita Magnago! Parabéns!

      Excluir
  11. Você não amanheceu poeta. Desabrochou assim; a poesia dentro de si... Nunca se separe
    das lindas palavras, elas saem de dentro da gente, sem pedir, só por amor de dizer,
    falar o que sentiu...

    ResponderExcluir

Faço a moderação dos comentários, por isso ao enviar sua mensagem, aguarde pela aprovação. Comentários ANÔNIMOS ou com links NÃO serão publicados. Lembre-se de assinar!

Grata

Sonia Salim