16/02/2019

A aranha





Ela queria voar como os pássaros
Subir em qualquer lugar
mas não recebeu asas
e pensou: problema não há
eu sou equilibrista
quem sabe, até um tanto contorcionista
Por que não?
Eu também sou tecelã
Minhas tramas, as únicas no mundo!
E passou a trabalhar em fios de seda
Teias finíssimas!
Resistência e elasticidade
Resiliência, plasticidade
Equilíbrio e movimentos leves
Beleza e admiração juntas
Arma mortífera ao descuido da presa
Alimentação e contradição
É a lei da vida

Sonia Salim 



Poema inspirado na foto da Francinete Bandeira.  



20/01/2019

Quem mexeu no meu queijo?





Quem mexeu no meu queijo – Spencer Johnson, M. D. 


Você é resistente a mudanças na carreira, ou a qualquer outro setor da vida? Aprenda neste livro a ser flexível e aceitar as mudanças o mais rápido possível para o seu próprio bem. Isso vai trazer bem-estar e felicidade. É uma leitura rápida e prazerosa que vai impactar você por muito tempo e evitar o perigo de ficar parado na zona de conforto. Resistir não é o melhor caminho. Entregue-se ao novo e seja feliz! 





06/01/2019

A Coragem de Criar - Rollo May





“A coragem é necessária para que o homem possa ser e vir a ser.” Rollo May
Rollo May inicia definindo “coragem” em suas várias formas descrevendo-a citando vários autores como: Kierkegaard, Nietzsche, Sartre... Para ele, a coragem criativa é a mais importante forma de coragem, pois é através dela que uma nova sociedade, um mundo novo podem ser construídos.
“A necessidade de coragem criativa é proporcional ao grau de mudança.”
É através dos artistas, os mais variados, que tudo isso inicia porque expressam, “vivem o que imaginam”, e nós recriamos ao apreciarmos as obras. A capacidade de comunicação dos artistas oferece ao público uma visão do que está acontecendo ou noções vindouras.
“Criar é querer ser imortal.”
O homem para além da morte reflete os objetivos da arte criativa. Há de se travar um embate com a morte e vencê-la a cada impulso do ato criativo.
May não concorda que a criatividade seja produto da neurose, mesmo reconhecendo alguns casos que evidenciaram associação a problemas psicológicos: Vincent van Gogh, Gauguin, Virginia Woolf.
“Não podemos, portanto, aceitar a pressuposição, seja lá como se apresente, de que o talento é uma doença e a criatividade uma neurose.”
“Se quisermos compreender a natureza psicológica e espiritual de uma época, observemos longa e minuciosamente a sua arte.”
“A exploração dos fenômenos do inconsciente relaciona-se de modo fascinante com a criatividade.”
Às vezes o inconsciente se sobrepõe ao pensamento em momentos que a pessoa dá uma pausa no trabalho fornecendo dados importantes e, às vezes, contraditórios para um renovo total, uma mudança de paradigma, novidade de vida.
Na sua totalidade o livro é maravilhoso, cada frase, motivo de aprendizagem e chamado à criação, seja em qualquer setor que a pessoa esteja, sempre terá angústia, sempre terá a “coragem e a liberdade" dando espaço à criatividade.



01/01/2019

Leituras 2019





Vamos começar as leituras em 2019? 



01  -  Como o Google funciona – Eric Schmidt e Jonathan Rosenberg – Com Alan Eagle  
02  -  Ser Mais Pessoa  -  Uma Leitura de Otto Rank  -  Julio Roberto Costa
03  -  Quem mexeu no meu queijo? Spencer Johnson, M. D.  – ( reli )
04  -  Subliminar  -  Leonard Mlodinow
05  -  O Andar do Bêbado  -  Leonar Mlodinow
06  -  A negação da morte  -  Ernest Becker
07  -  NOBEL  -  Jacques Fux
08  -  A Metamorfose  -  Franz Kafka
09  - Vitamina D e Vitamina K2, Desvendando o Mistério  -  Tiago Henriques

        Tratado de Fisiologia Médica  -  Guyton e Hall   -  ( lendo...)